Liderança Feminina

A pandemia evidenciou a importância de uma liderança forte e assertiva para superar os momentos difíceis.

Aliás, Napoleão Bonaparte já disse: “líder é um vendedor de esperança”. 

Um grande líder precisa suportar sua equipe, digo suportar no sentido de dar suporte ao outro, de estar junto na trincheira ao seu lado.

Certa vez, uma mulher levou seu filho para visitar um grande sábio. Chegando lá a mulher solicitou ao sábio que pedisse ao filho para não comer mais açúcar.

O sábio escutou, e disse: volte daqui uma semana.

Uma semana depois a mãe e o filha encontraram o sábio e ele então disse ao

Menino para não comer mais açúcar.

A mãe curiosa perguntou ao sábio por que ele não havia dito aquilo já na semana passada?

E o sábio respondeu: primeiro eu fiquei uma semana sem comer açúcar, para saber como era, e só depois de praticar e vivenciar essa mudança, pude pedir a ele para fazer o mesmo.

UAU. Ou seja, líder de sucesso é aquele que dá o exemplo, inspira e transforma pessoas e resultados.

Pesquisas apontam que as mulheres sofrem mais que os homens durante a pandemia, 77% delas estão se sentindo ainda mais sobrecarregadas com as tarefas acumuladas de casa, do trabalho, rotina dos filhos, aulas on-line, um acúmulo estressante e isso aumenta ainda mais a ansiedade feminina.

E por ser capaz de fazer tudo isso, vale reconhecer os pontos fortes e as vantagens de uma liderança feminina. E entre elas estão: a maior habilidade que as mulheres tem nos quesitos: Sensibilidade, Flexibilidade, Polivalência e principalmente a EMPATIA, ou seja, saber se colocar no lugar do outro, afinal as mulheres já nascem com um espaço em seu corpo dedicado para abrigar a vida e a plenitude de outro ser humano. 

Ufa, para conseguir tudo isso, somente as mulheres.

Parabéns, guerreiras!

Grande abraço do Erik Penna

Erik Penna é autor de 6 livros e já apresentou mais de 1.200 palestras no Brasil e no exterior.

Deixe uma resposta